Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018

Governo
Publicada em 08/10/18 às 17:52h - 24 visualizações
Mauro decide coordenar pessoalmente a transição e Ciro é indicado para conduzir

Jacques Gosch/RDNEWS


 (Foto: RDNEWS)

O governador eleito Mauro Mendes (DEM) coordenará pessoalmente os trabalhos da  transição nos próximos meses. Com isso, pretende obter todos os dados necessários para compreender a real situação do Governo do Estado e planejar as primeiras ações da gestão que inicia em 1º de janeiro de 2018.  

“Vamos conversar sobre os primeiros passos que faremos para definir equipe e metodologia de trabalho  na transição, mas eu irei pessoalmente coordenar essa equipe de transição, que será por área, por setores.   Eu faço questão, porque preciso ter todas as informações necessárias”, disse Mauro em entrevista ao Jornal do Meio-Dia, da TV Vila Real, nesta segunda (8).

Já o governador Pedro Taques (PSDB), que tentou se reeleger, mas foi derrotado, amargando o terceiro lugar entre os cinco candidatos, indicou o chefe da Casa Civil Ciro Rodolpho para coordenar a transição por parte do Executivo. Na terça (9), o tucano deve reunir todo secretariado para repassar as diretrizes do processo.

Em nota, o Governo do Estado confirma que iniciou as tratativas e que a ação será efetiva por Decreto Governamental nos próximos dias. Segundo o comunicado, a  transição da gestão acontecerá por meio de uma comissão formada por membros da atual gestão e por pessoas indicadas pelo governador eleito, que assume em janeiro de 2019. 

 O Governo informa ainda que todos os dados da administração atual serão colocados à disposição da comissão de acordo com a demanda e disponibilidade. Ciro Rodolpho reitera ainda o respeito da  gestão à democracia, o compromisso com o equilíbrio fiscal realizado nesses 3 anos e 9 meses, bem como a garantia do funcionamento dos programas e serviços do Estado até 31 de dezembro.

Emenda de bancada

Ainda hoje, Mauro deve se reunir com os deputados federais e senadores que formam a bancada mato-grossense no Congresso Nacional. A pauta é a destinação da emenda de bancada que neste ano deve chegar a R$ 150 milhões.

“Hoje nós já temos a primeira reunião de trabalho, conforme havíamos prometido. Teremos uma reunião com alguns deputados federais, senadores, para falar sobre o processo de definição das emendas parlamentares, da emenda de bancada. Quase R$ 150 milhões para o próximo ano”, concluiu.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.




No Ar
Brasil Caboclo com Batista Alves
Peça sua Música

  • Marcelo
    Cidade: Primavera do Leste
    Música: Pirata de esquina
  • Leuzinete rosa silva
    Cidade: Primavera do leste mt
    Música: Senhor presidente proj
  • Gabriela
    Cidade: Rio Verde
    Música: Brendon Sales
  • Raquel
    Cidade: Aragarças
    Música: Seu moleque
  • Reis
    Cidade: Aruana
    Música: Faz Tum Tum de Tom cayano
  • ADELIA
    Cidade: ARUANA
    Música: FAZ TUM TUM DE TOM CAYANO
Publicidade Lateral
CHAT ONLINE

Digite seu NOME:


Parceiros

Copyright (c) 2018 - Rádio Aruanã - Todos os direitos reservados